Como Investir em Bitcoin em 4 Passos Simples

Se você chegou até aqui perguntando como investir em Bitcoin, saiba que chegou ao lugar certo.

Neste artigo vou te dar um guia passo a passo para você começar a investir em Bitcoin, com muitos detalhes e respondendo a muitas dúvidas que surgem para quem é iniciante como investidor em Bitcoin.

Pode ser que você já tenha alguma experiência com investimentos, talvez na Bolsa de Valores, talvez em Forex, Tesouro Direto, Opções Binárias ou qualquer outro tipo de investimento, só não vale a poupança, porque isto nem é investimento, ainda mais hoje em dia, em 2021 a correção da poupança perde até para a inflação, acredita? Isso mesmo: se você deixar seu dinheiro na poupança por 1 ano, ou por qualquer período que seja, você vai perder poder de compra para a inflação.

Bom, talvez você esteja se perguntando primeiro, o que é o Bitcoin, ou o que é uma Criptomoeda, então vamos começar falando um pouco sobre isto, antes de entrar no assunto de como investir em Bitcoin, propriamente dito.

Uma criptomoeda é uma moeda digital, uma moeda virtual. Você não pode tocar nela, não pode guardar ela na sua carteira, nem guardar no seu cofrinho, porque ela não existe no mundo físico, ao contrário de todas as outras moedas que você já conhece: Real, Dólar, Euro, etc.

Ela existe só dentro de uma rede na internet. Nós sabemos que ela é verdadeira, que existe, tem um valor intrínseco nela e tem utilidade como forma de pagamento também e é isto que torna ela uma moeda.

Ela é descentralizada porque não são comandadas por nenhum órgão de governo, nenhum país pode controlar uma criptomoeda, a não ser as moedas virtuais oficiais, assim com o Banco Central está planejando criar aqui no Brasil, mas isto é outro tipo de ativo, uma vez que são totalmente centralizada, assim como o Real. A verdadeira intenção disto é realmente controlar todo o mercado financeiro, uma vez que nada quer for transacionado entre pessoas ou empresas passará desapecebido, assim como já é com o Pix.

Há e você achando que o Pix era só uma maneira de agilizar seus pagamentos e transações diárias 😀 😂

Pode até ajudar na agilidade, mas esta não é o real motivo que o Pix foi criado. Ele serve para o governo monitorar tudo o que acontece no sistema bancário, ter um controle maior sobre as movimentações e está servindo como um teste piloto para o Real Digital, que está em estudo e desenvolvimento.

E isto não tem nada a ver com uma Criptomoeda.

No caso de uma criptomoeda, os donos e proprietários dela são os próprios usuários, uma comunidade que é responsável por intermediar e autorizar emissões de moedas, transferências e outras operações. Quem faz isso são os próprios usuários. É como um sistema de código aberto, um Linux por exemplo, que é um sistema operacional, frente ao Windows, que tem um dono, a Microsoft.

Uma criptomoeda é  criada em uma rede blockchain porque é essa tecnologia que está por trás destas criptomoedas.

Falando de uma forma mais básica, blockchain é um sistema que permite o envio e o recebimento de alguns tipos de informação pela internet. São pedaços de um código gerado online, parecendo muito com blocos de dados, e formando uma corrente – e é por isto mesmo que recebem o nome de “BLOCKCHAIN” (corrente de blocos).

Esta criptografia é justamente o grande diferencial de inovação que a blockchain tem, porque é uma super camada de segurança, garantida por esta tecnologia desruptiva, que possibilita a emissão, operação e transação de criptomoedas de forma bem mais segura – isto quando for feito de forma correta.

O nome criptomoeda se deve justamente à tecnologia: moeda criptografada.

Se você quiser saber mais sobre Criptomoeda, clique no link abaixo para ler um artigo mais completo e detalhado.

A sua intenção quando chegou neste artigo é saber sobre como investir em Bitcoin, certo?

Então vamos começar pelo básico que é: como comprar um Bitcoin

 

Como investir em Bitcoin – 1º Passo: Criar a sua carteira

 

Antes de tudo, você precisa saber para onde mandar seu Bitcoin, aonde você vai guardar e armazenar suas moedas.

Existem várias opções de carteiras para você escolher:

Desktop
Móvel
On-line
Papel
Hardware

Carteira para Desktop

 

Ao escolher usar uma carteira para Desktop você vai precisar baixar e instalar em seu computador. Este tipo de carteira é uma das mais usadas porque não precisam de dados de terceiros.

Algumas opções de carteiras de Desktop:

Electrum: A Electrum foi criada em 2011 e é uma carteira muito fácil de utilizar, muitos iniciantes preferem usar ela, mas também os usuários mais avançados usam bastante. Os recursos do seu PC que é utilizado é bem pouco e pode recuperar a carteira através de uma senha pessoal. Além de Bitcoin, ela armazena diversas outras criptomoedas também.

Bitcoin Core: Esta é uma das carteiras mais completas para Bitcoin, porque oferece segurança de alto nível. O problema é que para usar ela você precisa utilizar grande espaço do seu HD para armazenar e ela consome bastante memória.

BitGo: Todas as transações que forem realizadas nesta carteira precisam de duas chaves privadas, assim seus bitcoins ficam mais protegidos de malwares e ataques de servidor.

 

Carteira Móvel

 

As carteiras móveis são carteiras para celular. Existe uma grande variedade deste tipo de carteira.

Dependendo do seu telefone, seu sistema operacional, seja Android ou iOS, as opções variam.

Mycelium: uma das carteiras mais famosas e amplamente utilizadas por investidores que possuem telefones com o sistema operacional Android. Com esta carteira é muito fácil enviar e receber pagamentos, além de proteger a carteira.

Breadwallet: carteira disponível para 2 sistemas operacionais: iOS e Android. Possui uma interface muito amigável, simples e simplificada de usar, e também é precisamente projetada para proteger os Bitcoins de malware e violações de segurança.

Airbitz: esta também é uma carteira que pode ser usada tanto para iOS quanto para Android. O diferencial desta carteira está nos backups automáticos, que não preocupam o investidor com esses aspectos técnicos.

 

Carteira On-line

 

As carteiras online são muito práticas e têm a vantagem de poderem ser acedidas a partir de qualquer dispositivo ligado à Internet.

Dê uma olhada em algumas carteiras da web onde você pode investir em Bitcoin:

GreenAddress: Esta carteira é chamada de multi-assinatura, o que significa que o investidor precisa confirmar manualmente o movimento de suas moedas. Isso é muito interessante, pois aumenta a segurança do seu investimento.
GreenAddress possui uma versão web e desktop e é compatível com Android e iOS.

Xapo: A carteira Xapo possui um cartão de débito que permite aos investidores usarem seus bitcoins em estabelecimentos comerciais e sacar dinheiro em caixas eletrônicos 24 horas por dia.

Coinbase: Semelhante ao PayPal, a carteira Coinbase funciona online. Além disso, funciona como uma bolsa, pois é possível comprar e vender Bitcoin.

A carteira de hardware não é gratuita, mas alguns investidores acreditam que vale a pena investir em uma máquina potente, para maximizar seus ganhos em Bitcoin.

A carteira mais famosa é a Trezor. É um pequeno dispositivo que se conecta ao seu computador através da porta USB. Ele é responsável pelo armazenamento seguro de bitcoins.

Se você está procurando a carteira ideal para criptomoedas, tente entender bem como funciona, familiarize-se com as funções e não se esqueça, por exemplo, de fazer backups.
Certos procedimentos podem evitar a perda de bitcoins. Vale lembrar que alguns investidores já sofreram prejuízos por esquecerem a senha de acesso, formatarem o disco rígido sem fazer o backup ou perderem o pendrive.

 

Carteira de Papel

 

Há também uma opção de carteira de papel. É um documento que contém cópias das chaves públicas e privadas da carteira. Na maioria das vezes, este papel contém o código QR que facilita as transações de compra e venda.

Confira algumas opções para este tipo de carteira:

BitcoinPaperWallet.com: Além do documento ser à prova de adulteração, há uma opção de solicitar etiquetas holográficas para confirmar a precisão dos dados.

Bitadress.org: Uma vez que a carteira é criada, o investidor pode imprimir a carteira em casa. Não há burocracia e medidas de segurança na hora de imprimir.

Wallet Generator: Criar a carteira no Gerador de carteira é muito fácil. Tudo que você precisa fazer é mover o mouse sobre o navegador. As chaves públicas e privadas são geradas aleatoriamente e exibidas na tela para impressão> Wallet foi a primeira a aparecer para Bitcoin. É considerada a mais segura de todas e a carteira fica armazenada no próprio computador do investidor.

 

Carteira de Hardware

 

Este tipo de carteira foi o primeiro a aparecer para o Bitcoin. É considerada a mais segura de todas e a carteira fica armazenada no próprio computador do investidor.

A carteira de hardware não é gratuita, mas alguns investidores acreditam que vale a pena investir em uma máquina potente, para maximizar seus ganhos em Bitcoin.

A carteira mais famosa é a Trezor. É um pequeno dispositivo que se conecta ao seu computador através da porta USB. Ele é responsável pelo armazenamento seguro de bitcoins.

Se você está procurando a carteira ideal para criptomoedas, tente entender bem como funciona, familiarize-se com as funções e não se esqueça, por exemplo, de fazer backups.

Certos procedimentos podem evitar a perda de bitcoins. Vale lembrar que alguns investidores já sofreram prejuízos por esquecerem a senha de acesso, formatarem o disco rígido sem fazer o backup ou perderem o pendrive.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *