Melhores Criptomoedas para Minerar

Apesar de ser a criptomoeda que tem o maior valor de mercado hoje, o Bitcoin não é a mais fácil ou lucrativa de minerar, existem  melhores Criptomoedas para minerar.

Vamos analisar aqui as 10 melhores Criptomoedas para minerar, dicas valiosas para você ganhar dinheiro minerando criptomoedas na sua casa.

Como a volatilidade das Criptomoedas é muito grande, assusta um pouco os investidores iniciantes.

Mas se você ainda quer surfar nas vantagens da nova economia, montar uma estação de mineração de criptomoedas na sua casa pode sim ser uma boa opção.

Pequenos mineradores ainda podem ter bons lucros minerando moedas digitais em casa, desde que faça a configuração correta de GPU e que tenha custos de eletricidade a valores razoáveis.

A mineração de criptomoedas é feita com uma CPU.

As maiores Criptomoedas são mineradas através de equipamentos poderosos de mineração de Circuito Integrado Específico de Aplicativo (ASIC), que são projetados para extrair um ativo criptográfico específico.

Só que estes equipamentos ASIC são muito caros, poucos são os mineradores caseiros e iniciantes que conseguem comprar.

Se você não atualizar constantemente para uma versão mais recente do seu equipamento, vai ser mais difícil conseguir competir com os outros mineradores, porque a competição pelas recompensas é grande e todos querem a mesma coisa: gerar mais Cripomoedas.

Como a mineração de criptomoedas por CPU funciona?

 

A mineração na CPU faz diversos cálculos matemáticos, resolve operações complexas, com o objetivo de adicionar registros de transações à Blockchain, que é o livro público da criptomoeda.

De acordo com o processador, ele pode ralizar mais ou menos operações em cada tempo determinado.

Quanto maior a capacidade do processador, mais operações ele vai realizar.

A CPU está atrelada diretamente ao procedor, que é o cérebro do computador, porque ele controla todas as funções da máquina, incluindo a mineração das criptomoedas.

Atualmente, no nível de processamento que a mineração se encontra, nenhum processador consegue mais, sozinho, realizar estes cálculos que vão gerar as recompensas por blocos da moeda, de forma lucrativa.

Você até vai conseguir minerar, mas certamente com prejuízo, porque os outros mineradores que serão seus concorrentes no bloco a ser trabalhado, terão muito mais poder de processamento do que você e receberão recompensas muito maiores do que a sua, isto se você receber alguma coisa.

Isto porque o tempo que você vai demorar com um processador comum de CPU será muito alto, a recompensa baixa (se existir) e o consumo de energia muito alto, tornando toda a operação inviável.

Então atualmente a mineração só é possível através de GPUs, que são placas de vídeo que tem um processador com poder muito maior de processamento.

Cada moeda a minerar requer um tipo de placa de vídeo, AMD ou Nvídea, que são os 2 maiores frabricantes de placas.

Leve em conta também o consumo de eletricidade, que será o seu maior vilão da operação, então certifique-se de calcular bem antes de se aventurar a minerar.

Você pode consultar uma calculadora de mineração, de acordo com a placa de vídeo que você for utilizar e  verifique se é rentável ou não.

A criptomoeda mais fácil de minerar normalmente não é aquela mais famosa, que exige muitas e muitas placas, mas a que você pode usar um equipamento mais simples, de acordo com o seu bolso

Enão fique atento às oportunidades e descubra as melhores Criptomoedas para minerar agora em 2021.

Vamos te dar 10 dias, fique atento.

 

Melhores Criptomoedas para Minerar – Dica #1 – Ethereum

 

Ether (ETH), da rede Ethereum, hoje é a 2ª criptomoeda do mundo no ranking de capitalização de mercado e ainda é possível mineração caseira usando GPUs, nome técnico das placas de vídeo.

Ela está entre as melhores Criptomoedas para minerar porque é que tem melhor custo x benefício, a que mais maximiza seus lucros, porque não exige placas de vídeos muito caras e poderosas.

Claro que quanto melhor a sua GPU, mais recompensas você vai receber.

Outro motivo também é que o software de mineração do ETH é fácil de operar e existem muitos pools de mineração para te ajudar.

Minerar ETH é relativamente simples.

Primeiro baixe o blockchain e a carteira no site oficial.

Depois configure sua carteira para poder minerar e altere algumas configurações no seu nó.

Depois que você tiver recebido suas primeiras recompensas, você pode negociar ETH na Binance, BitMEX, Bitfinex e BTSE.

Hoje o ETH vale US$ 2,2 mil.

 

Dica #2 – Zcash

 

Zcash é uma criptomoedas que tem foco em privacidade e é uma das melhores Criptomoedas para minerar em casa.

O algoritmo dela, o equihash também é fácil de operar.

Atualmente o Zcash torna a sua mineração mais rentável que o Bitcoin e o Ethereum.

Por isto ela se popularizou tanto entre os mineradores.

O Equihash é um algoritmo que foi criado para ser resistente às máquinas ASICs, dando oportunidade para os mineradores caseiros que usam GPUs poderem participar da rede.

Para minerar Zcash, primeiro baixe os softwares que controlam o hardware.

Acesse o site oficial e baixe o blockchain Zcash e configure sua carteira.

Baixar e começar a rodar uma blockchain é um processo bem demorado porque tem que localizar o nó atual e sincronizar toda os dados, desde seu início.

Não esqueça de baixar os drivers para suas placas de vídeo.

Depois que você tiver recebido suas primeiras recompensas, você pode negociar ZEC na Binance, Huobi Global e Bitfinex.

O ZEC hoje vale US$ 100.

 

Melhores Criptomoedas para Minerar – Dica #3 – Ravencoin

 

O Ravencoin usa uma rede peer-to-peer para transferir e negociar ativos entre seus usuários.

Ela foi criada com base numa variante do Bitcoin, na comunidade sem nodes mestre ou ICO.

É uma bifurcação (“fork”) do código Bitcoin.

Seus desenvolvedores fizeram algumas melhorias, ela tem intervalo entre blocos de um minuto, anunciando uma mudança no número de moedas emitidas, mas não no cronograma de distribuição ponderada.

RVN é um projeto de código aberto.

O algoritmo que a RVN usa é o KAWPOW que foi projetado para ser resistente a ASICs e possibilita mineração caseira usando placas de vídeo (GPUs).

Depois de minerar, você pode negociar RVN na Binance, Huobi Global e OKEx.

A RVN vale hoje US$ 0,06.

 

Dica #4 – Monero (XMR)

 

Outra dica das melhores criptomoedas para minerar em casa e obter um bom  lucro é a Monero.

O Monero é a lider das criptomoedas quando o assunto é privacidade, ela é a maior do mercado e a mais popular.

Moedas com foco em privacidade buscam fazer transações que permanecem o mais completamente anônimas possível.

A XMR tamém é resistente a ASICs específicas para Monero, foi projetada para isto.

Então é justamente para ser minerada em casa com um computador pessoal.

Após minerar e receber suas XMR como recompensa, negocie elas na Binance e na Bitfinex.

A Monero está valendo hoje US$ 216

 

Dica #5 – Vertcoin (VTC)

 

Vertcoin (VTC) é outra das moedas mais populares entre os pequenos mineradores.

Criada em 2014, ela foi feita pensando na idéia inicial de Satochi Nakamoto que era descentralização e soberania financeira, quando ele criou o Bitcoin.

Seus desenvolvedores criaram o blockchain porque estava crescendo muito o mercado de ASICs no blockchain do Bitcoin e e estavam buscando dominar todo o mercado de mineração.

Vertcoin usa o algoritmo Lyra2RE e o protocolo proof-of-work (PoW), e oferece suporte à mineração com GPU e CPU.

VTC é muito popular porque tem um processo de mineração muito simples, com apenas um clique.

Os desenvolvedores criaram uma arquitetura voltada a facilitar e mineração para os usuários.

Depois de minerar, negocie seus VTCs na Bittrex e na UpBit.

A criptomoeda está sendo negociada a US$ 0,47.

 

CONTINUE LENDO ESTE ARTIGO 👇👇👇

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *